Como Saber se a Criança tem Deficiência Auditiva?

A primeira medida a ser tomada para prevenção da surdez é o teste da orelhinha ainda na maternidade. O ideal é que, logo após o nascimento, o bebê passe por tal procedimento para medir seus estímulos sonoros, o qual é indolor e rápido.

SAIBA MAIS

+ Conheça mais sobre os aparelhos auditivos

+ Conheça a tecnologia dos aparelhos auditivos wireless

O primeiro exame é apenas uma triagem, ou seja, caso a criança seja reprovada, isso não significa que seja surda, mas é um alerta para que os pais procurem um profissional otorrinolaringologista para que a criança seja submetida a exames mais detalhados. Há também algumas forma domésticas de desconfiar do problema, como por exemplo a criança firmar o pescoço e virar a cabeça ao ouvir seu nome (o bebê já consegue fazer isso entre 3 e 4 meses de vida),; também o riso social, um sorrio ao ouvir a voz dos pais.

Dentre as causas, no Brasil as principais são as infecções que acometem as grávidas, prematuridade, baixo peso do bebê, gestação de risco e histórico familiar. O tratamento depende do grau de surdez da criança, podendo ser necessário o uso de aparelhos auditivos.

Fonte: Revista Crescer